Qual a diferença entre antivírus e firewall?

Você sabe qual é a diferença entre antivírus e firewall? Apesar de exercerem funções diferentes, muitas pessoas ainda confundem as soluções e acreditam que a utilização de uma automaticamente supre a necessidade da outra. 

Por isso, neste artigo você vai entender melhor o significado de  cada um  e como eles atuam na proteção de dados. Boa leitura!

Qual a diferença entre antivírus e firewall?

Para garantir a segurança das informações da empresa que você trabalha é necessário um conjunto de processos, ferramentas e métodos. Por isso, apenas escolher entre Antivírus e Firewall não basta, pois eles sozinhos não garantem uma segurança plena. Entenda melhor a atuação de cada um:

O que é antivírus?

Você com certeza já ouviu falar em antivírus e provavelmente utiliza um em seu computador, mas sabe como ele funciona? 

O antivírus é um software de segurança e é utilizado para proteger dispositivos de malwares, atuando com métodos de identificação frente às ameaças que podem surgir em situações como:

  • navegação;
  • downloads;
  • conexão de pen-drives;
  • falhas em programas utilizados pelas máquinas.

Existem inúmeras vulnerabilidades que podem ser exploradas, por isso, o antivírus atua com algumas funções como:

  • escaneamento de vírus conhecidos: quando um novo vírus é descoberto, o software desmonta seu código e faz uma varredura pelo sistema para identificá-lo em algum programa. Caso seja encontrado, o software notifica o usuário e deleta o arquivo automaticamente, enviando para um espaço que pode ser visualizado posteriormente pelo usuário; 
  • sensoriamento heurístico: quando você solicita o escaneamento da sua máquina, o antivírus realiza a varredura de todo o sistema buscando por problemas;
  • busca algorítmica: trata-se de uma busca que utiliza algoritmos para encontrar resultados.

O que é firewall?

Apesar de também ser um software de segurança, a principal diferença entre antivírus e firewall é em relação ao funcionamento. 

O nome “parede de fogo” faz uma alusão a uma parede utilizada em prédios para contenção em caso de incêndio. A nomenclatura cai muito bem para definir esse tipo de solução porque ele exerce uma função de controle. 

Dessa forma, o recurso trabalha limitando o acesso de usuários não autorizados a um computador e impedindo a entrada e saída de informações confidenciais, pois controla a transferência de dados por meio da internet.

Por que investir em antivírus e firewall?

Entendendo melhor como cada um dos softwares atua para proteger uma máquina, é possível enxergar a importância de uni-los para garantir a máxima segurança de dados. Assim, você consegue benefícios como: 

  • evita o roubo de informações;
  • previne o uso remoto de dispositivos;
  • maximiza a longevidade da sua máquina;
  • acompanha a evolução das ameaças. 

Por fim, que tal começar a desenvolver o checklist de segurança da instituição que você trabalha? Conheça os três erros mais comuns da empresa na hora de escolher um firewall!

Sugestões de leitura