Filtros de conteúdo: por que sua empresa deve adotar

É difícil pensar em uma empresa que não utilize algum tipo de recurso web em sua operação.

Embora sejam recursos essenciais para a produtividade, com as conexões com a web cresce também o número de incidentes de segurança. Por isso a necessidade de adotar filtros de conteúdo.

Mesmo que você tenha as melhores políticas de gestão de rede, ainda assim precisa adicionar mais camadas de segurança para evitar a exposição de sua rede ou dos dispositivos de seus usuários às novas ameaças que nascem na web.

Em outras palavras, para garantir que a sua rede esteja segura em relação às conexões externas, você precisa ser capaz de monitorá-las.

O grande desafio é que a maioria dos usuários está mais preocupada com a praticidade de acesso a informações e aplicações do que com o real estado de segurança na navegação. Por isso os filtros de conteúdo web (conhecidos como Secure Web Gateways – SWG) são tão importantes.

É responsabilidade de cada empresa determinar como seus usuários podem utilizar a web. E os recursos de um SWG facilitam muito esse desafio.

Seus filtros solucionam três aspectos muito importantes dentro das empresas:

Produtividade

A maioria das empresas pode adotar os recursos SWG para controlar a produtividade no expediente.

Os filtros direcionam quais são as páginas da internet cujo acesso é permitido e quais aplicações podem ser utilizadas no horário comercial.

Segurança

As categorias monitoradas ajudam a evitar que um usuário acesse destinos web indevidos.

Por exemplo, o Blockbit Labs dispõe de mais de 46,5 milhões de URLS classificadas o que permite que o administrador de rede defina quais endereços estão liberados para seus usuários. Esse tipo de inteligência contribui para evitar a navegação em sites suspeitos ou maliciosos.

Conformidade

Os diversos filtros de um SWG podem contribuir ainda para manter a navegação em conformidade com as regulamentações de mercado, além de guiar as o comportamento dos usuários para alinhamento com as práticas de segurança dentro da empresa.

4 benefícios que o SWG irá trazer para a sua empresa:

  1. Regras de segurança automatizadas

Um fator fundamental na aplicação do SWG é a automatização das regras de utilização da WEB. Os filtros podem ser definidos de acordo com o contexto de cada empresa e assim será mais simples e rápido gerir as conexões solicitadas pelos seus usuários.

  1. Segurança na ponta

Mais praticidade, mas isso não significa mais preocupação com segurança. O comportamento de risco dos usuários pode ser diminuído com eficiência quando a sua empresa aplica filtros que evitam o acesso a websites infectados, o que ajuda a evitar o roubo de credenciais e ameaças de phishing online.

Controlar acesso a sites desconhecidos ou não classificados (tanto por meio do SWG como com a prevenção contra a perda de dados – DLP), é uma boa prática de segurança para controles de ameaças como Phishing e para sequestro de dados sensíveis.

  1. Inspeção de conteúdo criptografado

A criptografia é uma tecnologia muito importante para a segurança, mas pode ser também utilizada com finalidade maliciosa. Os filtros capazes de avaliar os pacotes HTTPS são cruciais para evitar que o usuário seja surpreendido ao acessar uma página com códigos maliciosos criptografados.

  1. Controle de aplicações e outros serviços

Com a alta demanda pelo uso de serviços ‘web, redes sociais e serviços em nuvem, o SWG facilita o gerenciamento destas aplicações, controlando quanto de recurso de banda pode ser disponibilizado para esse fim e até bloqueando o acesso.

Você conhece os custos reais (e ocultos) de uma falha de segurança? Baixe agora mesmo o nosso whitepaper completo e gratuito sobre o assunto.

Sugestões de leitura