4 recomendações para proteger seus dados

Informação é um recurso estratégico para qualquer organização.

Mesmo em patamares diferentes, as empresas lidam com dados, que se envolvidos em incidentes de perda ou vazamento geram diversos transtornos.

Como as empresas podem proteger melhor suas informações? Veja abaixo as nossas recomendações para a sua segurança:

Segmente redes

Um estudo detalhado das informações que são tratadas pela sua empresa é fundamental para recorrer à segmentação de redes como uma tática eficiente para protegê-las. O primeiro passo para isolar suas informações e sistemas de forma eficaz é conhecer e priorizar as informações do seu negócio.

CONHECER

  • De onde vêm?
  • Quem pode ter acesso?
  • Quais são os meios de transporte adequados?
  • Quais são os controles necessários para cada tipo de informação?

PRIORIZAR

  • Como as informações são categorizadas?
  • Quais têm mais valor?
  • Com qual rigor devem ser protegidas?

Com este estudo, fica claro o impacto de cada tipo de informação no negócio. A segmentação, além da adoção de controles de segurança estará alinhada com as necessidades do negócio de forma geral – além das especificidades de cada departamento.

Monitore conteúdo

Há um desafio ainda maior em termos de proteção de dados, pois a informação está frequentemente em movimento. Transita entre usuários por diversos tipos de aplicações, em fluxos de entrada e saída da sua empresa.

Essa é a razão pela qual os especialistas em segurança insistem na necessidade de adoção do firewall como camada básica de segurança, com controles adicionais como um sistema de prevenção de intrusos e os filtros de conteúdo.

Veja também: Conheça os produtos Blockbit

Fluxo

Rede interna ~ Rede interna
Rede interna > Redes externas

  • Quais tipos de informação podem deixar o seu ecossistema?
  • Quais tipos podem ser acessados por meio de redes públicas?
  • Quais usuários podem manipular informações armazenadas em segmentos internos?
  • Quais usuários podem ter acesso a informação? Em quais categorias?
  • Seus navegadores Web são monitorados?

Redes externas > Rede interna

  • Quais potenciais ameaças que abordam seus sistemas?
  • A empresa está preparada para prevenir ameaças desconhecidas, como zero day?
  • Suas contas de e-mail estão protegidas?
  • Seus servidores de aplicação estão protegidos por firewall/IPS?

Em ambos os cenários, a encriptação de dados é fundamental, assim como a capacidade de inspeção de conteúdos criptografados.

Proteja suas aplicações

Vale sempre acompanhar de perto o comportamento do usuário. Os mesmos produtos que irão ajudar a administrar como o conteúdo se movimenta dentro da sua empresa ou fora dela, indicará maior ou menor grau de conhecimento sobre as boas práticas de segurança.

Em geral, um dos passos para o sucesso de uma ameaça cibernética é a ação do usuário. Por isso, monitorar quais e como as aplicações são utilizadas no dia-a-dia é crucial. Em especial, o e-mail deve ser um dos focos de monitoramento constante, já que é um recurso largamente utilizado em ambientes corporativos. As contas de e-mail são exploradas por golpes de engenharia social, códigos maliciosos, ameaças diversificadas e são vias de contágio que não caíram em desuso.

Realize backup

Por fim, mas não menos importante, uma das técnicas mais básicas de proteção de dados é o backup. É importante não negligenciar qualquer procedimento para armazenar de forma segura as suas informações. Por exemplo, considerando ataques de ransomware, quando não há garantia de restauração dos sistemas, o backup é instrumental para retomar acesso às informações. Por isso, é necessário que os backups sejam regularmente atualizados e testados para confirmar a sua confiabilidade em caso de incidentes.

Embora não exista um procedimento definitivo para este fim, é importante considerar em cada caso as particularidades dos dados: volume, tipo, tempo de execução, restauração, locais de armazenamentos e riscos potenciais.

A proteção de dados continuará sendo um ponto de atenção constante em termos de segurança da informação para todas as empresas. A perda ou o vazamento de dados potencialmente prejudicam a produtividade, a confiança de clientes e acionistas, a reputação e imagem da empresa (marca) e, em casos de extrema gravidade, arruína carreiras e até negócios.

Nesse sentido, os controles de cibersegurança devem ser adotados com uma visão clara de quais informações estão em jogo e quais estratégias são mais adequadas para protegê-las.

Veja também: As ameaças cibernéticas evoluem a cada dia, criando grandes desafios para a segurança de empresas e usuários domésticos. Clique aqui e baixe um whitepaper gratuito sobre como você deve se proteger de ameaças avançadas.

Sugestões de leitura